Definitivamente a cada dia que passa, a cada médico, a cada exame a cada tudo fica evidente que o Artur realmente tem alguma deficiência e que essa deficiência é imensamente parecida com o autismo. Estamos no 6º pediatra. Eu já nem confio mais, fico sempre com o pé atrás e mesmo esse novo tendo sido maravilhoso, carinhoso e atencioso, eu fiquei com medo e um pé atrás, sem motivo algum específico, diga-se de passagem. Talvez seja pelo fato dele ter dito que Artur era um autista. Mãe é besta mesmo, achei de uma tremenda petulância da parte dele. Legal deixar isso registrado aqui, quem sabe mais para frente ele mesmo leia isso e eu confirme o quanto eu sou uma idiota. Levei o menino ao médico, descrevo como ele é, falo q desconfio q meu filho pode ser autista e qdo o médico confirma, eu simplesmente me magoo. Quem entende as mulheres e as mães?? Nem eu sei. Eu chorei muito nesse dia qdo cheguei no trabalho, Uma tristeza, não sei explicar, mas acho q expliquei na hora, senti uma necessidade imensa de escrever na hora, mas não tinha uma porra de um computador na hora para fazer isso e na mão é demorado, sei lá, não flui as ideias. Já pensei em criar um blog sobre isso, mas não dá, não quero, eu quero esse. Não quero informar mãe nenhuma sobre os sintomas do autismo, nada contra quem faz, mas eu quero descrever cada minuto, cada medo, cada dor, cada raiva, cada luta q é se mãe de uma criança que PODE ter autismo [meu, eu sei q ele tem, não me contrarie, me chame de doida o quanto quiser]. Eu sei q desde essa consulta, minha cabeça deu um nó sem tamanho. Eu penso o dia todo em como vai ser, em o que eu vou fazer, em como lutar pelo meu filho e continuo perdida, achando q tudo está indo devagar demais, que não está dando nada certo e q não posso demorar com esse diagnóstico q não virá antes dos 3 anos.
Meu, quer saber, hj eu quero q tudo se dane, estou triste, chateada, com vontade de chorar por conta da cilada da vida q caí, por raiva de mim mesma por ser estúpida, raiva de outras pessoas tbm e raiva de estar triste, por não estar encontrando a resignação necessária para seguir meu caminho.

O que eu faço com o meu filho agoraaaaaaaaa??????????????????????
Share |

1 comentários:

Andrea Lane on 7 de agosto de 2010 20:24 disse...

Ame-o! Ame-o muito!
Oi sou Andréa, mãe do Derek, 4 anos e 7 meses e sem diagnostico fechado, mas pelo q ando lendo na net tbm estou achando q ele tem autismo ou espectro, ainda sou muito leiga no assunto, mas estou tentando aprender. COnheci seu blog hoje através da PR. Beijos com carinho!

O Meu Melhor

Desde o começo

Blog Archive

 

Viagem de mãe ♣ ♣ ♣ Mamanunes Templates ♣ ♣ ♣ Inspiração: Templates Ipietoon
Ilustração: Gatinhos - tubes by Jazzel (Site desativado)