Duas coisas ao mesmo tempo tbm


É impressionante como o Artur tem feito progressos.
Fico me perguntando tantas coisas.
Sinto-me ansiosa tbm às vezes.
Acho q realmente eu fiz o certo quando zerei todas as minhas expectativas e agora, sinto-me colhendo tantos frutos, estamos felizes, eufóricos com as vitórias dele, são nossas tbm.
Na quarta-feira, minha tia veio em casa com sua netinha linda.
Eu não estava, mas Artur pegou na mão da priminha e a conduziu para o quintal.
Tá, tudo bem q ele a mandou embora rsrs, mas ele TOCOU uma criança. Olha mais um progresso!!
Na sexta-feira, nós fomos para a Casa da Esperança novamente.
Tem sido muito gostoso ir, estou amando de verdade frenquentar aquela casa, apesar de cansativo, eu poderia ir lá para sempre, nem q fosse como voluntária. Gosto das crianças, das mães, dos profissionais.
Nessa sexta o Artur foi pertinho da Sophia e deitou nas perninhas dela.
Ela é bem pequenina, fofa, cadeirante e ele ficou pertinho dela, tocando ela.
Ela não gostou muito, sua mãe disse q ela aprendeu a se defender pq muitas vezes os toques de outras crianças não eram muito amistosos. Mas eu fiquei feliz, de verdade.
Pq antes o Artur ignorava as crianças, ao pouco de ser capaz de pisar nelas e nem sentir.
Eu tinha muito medo disso, medo das crianças maltratarem ele, já q ele deitava no chão e 'desligava' de tudo quando via crianças perto dele.
Foi na sexta-feira tbm que tivemos mais uma vitória, mais algo superado.
Às vezes as vitórias são meio transitórias, o Artur faz uma vez, duas e não mais.
A gente pede, ensina, mas ele sempre faz SE ELE QUISER.
Às vezes dá uma frustração, outras eu já tenho como superado, penso q seja assim mesmo.
Artur não conseguia pegar duas coisas nas mãos ao mesmo tempo.
Se ele tinha um carrinho na mão e quisesse pegar outro, ele jogava o q estava na mão para pegar o outro. Assim era com uma caneta, o qualquer outra coisa.
Na sexta-feira, ele pegou duas embalagens de amaciante. Ele adora aquela embalagem, não pode ver q quer brincar. E nesse dia ele encontrou duas, não aguentou a felicidade e pegou duas ao mesmo tempo.
Eu estava no trabalho, o Ro estava em casa e tirou uma foto para q eu pudesse ver.
Eu fiquei tão emocionada com o gesto dele.
Não sei se eu chorei mais por ver mais uma vitória do meu filho ou por ter uma pessoa tão especial ao meu lado, q lembrou de registrar esse momento para q eu pudesse participar dele.
Eram duas coisas nas mãos do Artur e duas emoções diferentes e maravilhosas em meu coração e mais uma vez só posso agradecer a Deus por tudo isso.
Por ele ter permitido q eu pudesse presenciar essas suas dádivas.
Continue >>>
Share |

O Meu Melhor

Desde o começo

Blog Archive

 

Viagem de mãe ♣ ♣ ♣ Mamanunes Templates ♣ ♣ ♣ Inspiração: Templates Ipietoon
Ilustração: Gatinhos - tubes by Jazzel (Site desativado)