Uma Guerra chamada VIDA.


A palavra guerra nos remete para tantas coisas.
Uma delas é a viver.
Viver é uma guerra onde cada dificuldade que enfrentamos chama-se batalha.
É uma eterna luta pela sobrevivencia para uns, diversão para outros, fundamental para alguns.
Estamos sempre em busca de vitórias, tecendo planos e mais planos para vencer essa guerra com estilo e supremacia, no final de tudo descobre que a grandiosidade dessa guerra não está em vencer todas as batalhas e sim em viver com as derrotas.
Esse final de semana perdemos uma batalha, junto com ela foi tbm um guerra (vida).
O pequenino Samuel, nem bem veio ao mundo e nos deixou.
Sua guerra começou muito antes de nascer, sabe-se Deus exatamente como começou, mas parte dessa luta findo-se com sua partida precoce.
Sua história de vida é contada AQUI
Samuel tinha uma má formação cardíaca chamada HIPOPLASIA DO VENTRÍCULO ESQUERDO + DSAVT DESBALANCEADO + VEIA CAVA SUPERIOR ESQUERDA PERSISTENTE que resumidamente significa que o lado esquerdo de seu pequenino coração não funcionava.
Ficou decidido que assim que ele nascesse, um dia depois faria uma cirurgia e duas outras depois.
A união das pessoas que se mobilzaram para ajudar Samuel e Lili, sua mãe, foi uma lição de civilidade e solidariedade q não vou me esquecer.
Mas, mesmo com tanto amor, tanta dedicação e tanta fé, as coisas não saíram como planejamos.
Deus decidiu que o coraçãozinho de Samuel deveria bater em outro plano, lhe deu asas, o fez voar e nos deixou aquele gostinho de derrota na alma de todos q ficaram e desejavam a vitória.
Pensar na dor que uma mãe sente ao perder um filho tão amado e desejado chega a ser covardia. A gente nunca vai saber.
E agora?
O q fazer com nossas derrotas? Como viver sem um pedaço da gente.
Samuel tinha meio coração e qdo descansou, levou por inteiro o coração de sua mãe.
Fico me perguntando o q uma mãe faz quando perde a guerra, qdo viver pode até perder todo o seu sentido.
Algumas vezes chorei por ter um filho especial, mas o q eu só consigo pensar agora é que eu ainda O TENHO.
Não questiono mais as formas que Deus tem para nos ensinar, mas me pego perguntando: pq assim?
Viver é uma guerra, enfrentamos batalhas todos os dias, comemoramos as vencidas e não sabemos o q fazer com as derrotas, seja o que for, nada é feito sem força, sem amor demais e desejo isso de sobra para a Lili e todas as mães que de alguma forma perderam  uma guerra (seus filhos).

O Blog viagem de mãe está  de luto por Samuel!!!
E que Deus dê muita força para nossa amiga Lili, ela vai precisar. 
Continue >>>
Share |

O Meu Melhor

Desde o começo

Blog Archive

 

Viagem de mãe ♣ ♣ ♣ Mamanunes Templates ♣ ♣ ♣ Inspiração: Templates Ipietoon
Ilustração: Gatinhos - tubes by Jazzel (Site desativado)