Viagem de pai


Gente, seria muito injusto da minha parte vir aqui todos os dias e dizer q eu viajo sozinha.
Isso é uma mentira sem tamanho.
Se como dizem por aí: Por trás de um grande homem sempre existe uma mulher.
Eu sou obrigada a dizer q por trás de mim, existe um grande pai.
E é sobre o pai dos meus filhotes, o amor da minha vida q eu quero falar hj.
Acho muito importante falar sobre isso aqui.
Meus filhos vão crescer, ter suas vidas, seus interesses, suas vontades muitas vezes contrariadas por mim e pelo pai, sentirão raiva de nós, chorarão por muitos de nossos erros e nada mais válido do q deixar aqui guardadinho o quão maravilhoso é o pai deles.

Não é difícil ser mãe do Artur e da Laura tendo o pai deles por perto.
Ele é o típico PÃE, já q eu me vi tantas vezes ausente deles. Seja pelo trabalho, seja por outros problemas q eu tive.
Sou muito feliz por tê-lo como parceiro nessa viagem.
Sinto orgulho de tê-lo ao meu lado.
E SEMPRE foi assim.
Qdo decidimos q íamos ter a Laura, ele foi companheiro até na hora de vomitar.
Pq quem vomitou a gravidez inteira dela foi ele.
Eu sequer tive enjoos
Depois ele quis dar banho, depois eu trabalhei muito e ele sempre olhou nossa filha,
tanto q ela foi para a escola somente com 4 anos.
Ele sempre esteve ao nosso lado. 
Depois veio a decisão de ter outro filho.
Ele não estava muito lá animado, acho q sentiu medo, mas depois q aceitou a empreitada tem sido fundamental em nossas vidas mais uma vez.
Mais uma vez tbm era meu parceiro, dessa vez, enquanto eu vomitava num banheiro, ele vomitava no outro rsrsrs
Depois vieram as noites de choro, a amamentação e eu amamentei exclusivo.
Toda vez q vinha alguém se manifestar contra ele dizia: Meu filho só vai mamar na mamãe dele pq é saudável, pq ela pode, pq nós queremos e vamos amamentar.
E ter o apoio dele nisso tbm foi fundamental para a minha amamentação.
Pq ele apoiou não somente de boca, com argumentos, mas ele apoiou todas as vezes q eu não fazia almoço pq amamentava, todas as vezes q não lavei louça pq tava amamentando.
Ele sempre fazia a vez de tudo, sempre mesmo.
Depois veio meu trabalho, depois vieram muitos problemas e o cara tá sempre ao meu lado, sempre ao lado de nossos filhos.
É um puta pai mesmo!!
Tenho muito orgulho do pai dos meus filhos.
Não foi fácil para ele entender sobre autismo, não o que era, mas sim pq era com o filho dele.
Ele sofreu tanto quanto eu, mas por conhecê-lo, sabia q se eu me enchesse de informações e dividisse com ele, ele entenderia. E tem sido assim, desde sempre.
Hj a gente tá se adaptando à nossa nova vida e ele está sempre comigo, sempre paciente.
Leva para a creche, busca, trabalha, tem uma paciência invejável com nossos filhos, olha caderno, dá carinho, dá amor, sente medo é PER-FEI-TO.
E quando falha, pede desculpas sempre.
Falha pq tenta, pq ama, pq as pessoas presente erram tentando acertar.
Essa semana ele foi o máximo mais uma vez.
Estávamos no dilema de um trabalho a mais, uma renda extra.
Eu pedi para ele não ir, não íamos ter tempo para nós, nossos filhos iam perder um pouco desse pai q ele é.
Expliquei o meu ponto de vista. Pedi para q ele fizesse como eu fiz: pegasse um pouco dos nossos sonhos e colocasse dentro de uma gavetinha
Pq tudo é muito recente, estamos em choque, não sabemos como será a nossa vida daqui para frente. Não temos experiência. 
E ele, mais uma vez, olhou para mim e disse: Verdade. Vc tem razão. Precisamos ficar juntos e é isso q iremos fazer.
Ligou para o amigo e recusou a proposta de trabalho.
Como eu disse, sinto muito muito orgulho de tê-lo como pais dos meus filhos.

, eu amo vc!!
Vc é parte de mim, metade de mim e eu não sei o q seria de mim sem ter vc na minha vida.
Continue >>>
Share |

O Meu Melhor

Desde o começo

Blog Archive

 

Viagem de mãe ♣ ♣ ♣ Mamanunes Templates ♣ ♣ ♣ Inspiração: Templates Ipietoon
Ilustração: Gatinhos - tubes by Jazzel (Site desativado)