O medo de não ser suficiente


Eu sou um tipo de mãe um pouco diferente das mães de outras crianças portadoras de Autismo.
Eu não fico atrás de nada que vá mudar o meu filho, acredito em melhoras sim, mas não fico dedicando toda a minha vida nisso, procurando tratamento, métodos, aliás, mtos eu sou até contra.
Até hj deu certo, meu filho se desenvolveu de acordo com o potencial dele, sem exigências fora dos padrões, não que eu ache q todos os métodos façam isso. Mas acho q mtas vezes ocorre por causa das projeções dos pais.
Enfim, eu não fico lendo e procurando toda e qualquer reportagem sobre autismo, eu não consigo. 
Não deixo de dar o melhor ao meu filho, mas acho q tbm tenho as minhas limitações. Luto pela independência dele, isso eu faço mesmo. Qto mais independente meu filho for, mais vencedora eu serei.
Mas ontem, olhando um perfil no facebook fiquei me perguntando se o q eu faço é mesmo suficiente. 
É mto complicado saber como fazer ele se desenvolver sem criar projeções e metas pq ao meu ver essas coisas combinam mto.
Artur não tem mais idade de bebê, hj ele tem 4 anos, está no pré I e daqui dois anos estará no primeiro ano.
E o q eu faço para estimulá-lo?
Será q estão fazendo certo na escola?
Bem, acho q sim, afinal, esse ano ele aprendeu a pegar na caneta e escrever no papel, quer dizer, rabiscar, antes era um brinquedo qualquer como uma colher.
Tem dias q fica mais difícil não sonhar com seu filho escrevendo o próprio nome. Mas de verdade? Eu não me importo com isso.
Hj eu penso mais no meu filho saber tomar um banho, saber escovar os dentes, saber comer sozinho, para mim é mto mais importante e ele não faz nada disso.
Mas será q estou certa?
Um mar de dúvidas e tristeza invadiu minha alma hj e eu só peço a Deus para q ele me coloque na direção certa como ele fez até hj.
Quando erramos com nossos filhos sem limitações, é uma dor sem fim, mas ainda assim, eles são capazes de fazer suas próprias escolhas e quando escolhem mal por falta de orientação, tem sua parcela de responsabilidade tbm.
No caso do Artur, sinto a responsabilidade toda minha.
Dá um medo tão grande de errar.
E eu só vejo q talvez essa minha forma de pensar no autismo com profundidade possa ser uma fuga, assim como eu fujo da escola.
E vejo que não é somente o Artur quem precisa ser 'trabalhado', moldado e estimulado, mas eu tbm.
Vou tentar melhorar
Não digo q serei PHD em autismo, mas  digo q vou tentar me aprofundar mais em como estimular meu filho para q tenhamos qualidade de vida.
Devagar e sempre!!


Acho q eu precisava falar sobre isso hj.
Foi bom, me fez pensar no q eu realmente quero para meu pequeno.


Beijos a todos.
Share |

6 comentários:

Erika on 6 de maio de 2012 22:34 disse...

Beta,
Nem sempre conseguimos enxergar o quanto fazemos pelos nossos pequenos, mas o importante é saber que apesar de desejarmos avanços e conquistas, os aceitamos do jeito que eles são. Não pretendo me tornar PHD em Asperger, mas quero me tornar Pos PHD em Loulou!
É o que vc faz, ser mais do que especialista no seu filho!
Você é uma mãe maravilhosa. Não esqueça disso! Te admiro imensamente!
Erika

Uma mãe que viaja on 6 de maio de 2012 22:47 disse...

Ah Erika, mto obrigada!!!

Juliana Firmino on 7 de maio de 2012 01:07 disse...

Roberta minha amigaaaa
Amei o post!

Não existe certo e errado minha flor, o que existe nesse caso é tentar ou não tentar... nunca deixe esse pensamento de q vc está errada e deveria se esforçar mais te dominar, eu fico doida qdo vejo alguém me dizer q eu deveria explorar mais o potencial da Manu, coloca-lá em terapias, escola especial... enfim... a resposta é e sempre será...ELA VAI AONDE FICAR BEM! e imagino q essa seja a rotina do Art também... não acho q virar PHD em autismo vá ajudar e sei q vc tbm não quer isso...sabe Beta eu conheço mães, do facebook mesmo...q sabem tudo sobre autismo, leis de autista, terapias, metodos comportamentais.. e todo esse blábláblá....e q mesmo sabendo tudo isso não conseguem responder uma pergunta simples como: QUAL A COR FAVORITA DO SEU FILHO? enfim amiga se vc quer ter certeza q está no caminho certo é só vc se perguntar, o Artur ta feliz? se a resposta for sim então nada mais vai importar!!!
um beijão pra vcs

Juli Lopes on 7 de maio de 2012 01:21 disse...

O que eu vejo de fora, aqui do meu cantinho, é que vcs fazem a dupla perfeita, sabe? Dá impressão que vcs se encaixam perfeitamente, vc e o Artur. Que ele se desenvolve na medida do possível dele e que vc o estimula respeitando o espaço e o momento dele. E acho que é disso que ele precisa.
Bjs.

Juliane Aguiar on 7 de maio de 2012 12:48 disse...

Ei!
Às vezes me sinto assim como você... Mas, quando eu olho o meu garotão quando estamos simplesmente brincando (sem a obrigação de uma terapia) nós nos divertimos e tanta coisa que é problema acaba diminuindo...
Eu gosto muito de ler, mas às vezes me perco lendo tanta coisa, e acabo não dando tanta atenção a ele, quem mais precisa.
Eu te dou os parabéns pelo que está fazendo e pelo que está sentindo. O que vai fazer a diferença para as crianças (não só para as nossa) é o quanto eles são amados!
Um grande beijo!
E, obrigada por compartilhar a sua viagem comigo tb!!

Mãe on 7 de maio de 2012 18:50 disse...

O maior culpado do aumento vertiginoso no numero de casos de autismo e´a exposicao constante das criancas a substancias toxicas, principalmente as vacinas e os antibioticos.

As criancas comecam a ser vacinadas muito cedo, e o seu sistema imunologico nao esta preparado para receber tamanha carga toxica.

A super ativacao do sistema imunologico, com vacinas multiplas no mesmo dia – como é o caso da triplice viral – causa deficiencia de uma proteina chamada glutatione que prejudica a eliminacao dos metais pesados do corpo da crianca. Como as vacinas contem metais pesados como mercurio e aluminio – altamente toxicos para o corpo humano – estes metais pesados acabam ficando na corrente sanguinea e sao levados para o cerebro causando, na realidade, um bloqueio mental.

O homeopata holandes Dr. Tinus Smits, criou o seu proprio protocolo de desintoxicacao de vacinas com remedios homeopaticos e ja tratou mais de 300 criancas, com curas que chegam a ser de 100%!!

Veja em http://www.cease-therapy.com

Muitos homeopatas no mundo hoje sao certificados para fazer a terapia CEASE. Ha diversos blogs na internet de maes americanas e europeias que estao neste momento fazendo a desintoxicacao e vendo resultados espetaculares na cura de seus filhos.

Veja aqui alexautismoysurecuperacion.wordpress.com

No meu blog, estou contando sobre o tratamento do meu filho esta fazendo, porque a minha intençao é divulgar a terapia CEASE no Brasil. Ha quase nenhuma informacao sobre isso em portugues na internet.

wwww.autismohomeopatia.blogspot.co.uk

O autismo do seu filho tem cura, pesquise!

O Meu Melhor

Desde o começo

Blog Archive

 

Viagem de mãe ♣ ♣ ♣ Mamanunes Templates ♣ ♣ ♣ Inspiração: Templates Ipietoon
Ilustração: Gatinhos - tubes by Jazzel (Site desativado)