Explicando a postagem anterior.


Faz muitos dias desde a última postagem.
Mas acho que fiquei devendo uma explicação.
Bem, acho q todo mundo que leu a minha postagem deve ter pensado a mesma coisa: que eu chorava pelo o Artur ser como ele é.
E na verdade não foi isso q me desmoronou.
Foi algo muito além, algo q nem sei se conseguirei explicar.
Aquela noite, eu ouvi a voz do meu filho cantando, aquele filho que eu engravidei, aquele que eu verdadeiramente desejei, aquele q todo pai e mãe sempre sonhou.
Pois é, eu tinha um filho 'normal', que ia crescer, ia para escola e talvez hj estaria dançando sua primeira festa junina. Ele ia aprender a ler, ia falar palavrões e eu brigaria com ele.
Foi com esse filho que eu sonhei aquele dia.
Foi como sonhar com uma pessoa que se foi e deixou muita saudade.
E se for analisar, é assim mesmo.
Eu tive q deixar os ideais de uma mãe comum, tive q traçar outras metas, sonhar outras coisas, mas isso não quer dizer q eu não sofra em deixar a vida q sonhei para meu filho para trás.
Tbm não quer dizer q eu não ame o filho q eu tenho hj.
Foi como ter meus sonhos de volta, a vida que eu sonhei na minha mão e deixar de lado pq era um sonho.
Tudo o q eu senti me fez repensar muitas coisas, me fez entender melhor oq aconteceu comigo, o q acontece com toda mãe q passa pelo que passei.
Eu perdi meu filho, felizmente Deus me deu outro no lugar, mas não posso fazer de conta que não dói, não posso negar q seria muito mais legal ter aqueles meus sonhos de volta.
Mas isso não quer dizer que eu não viva e nem consiga ser feliz com a vida q Deus me deu, com os frutos q eu semeio hj.
Esse sonho mexeu demais comigo, não consegui mais vir aqui, não consegui mais postar e senti a necessidade de esclarecer os meus sentimentos tbm.
 Espero q tenha dado certo, que eu tenha conseguido me fazer entender.
 Junto com o sonho, viaram tbm surpresas maravilhosas.
Artur tem se mostrado mais esperto, ele tem 'falado' mais, não para de falar sua língua indecifrável um minuto se quer, sempre melhor articulada e algumas vezes esboçando muitas coisas.
Outro dia enquanto descíamos uma escada, ele repetiu diversas vezes a palavras: descer = eeeeessceeerr!
Ele tbm tem mantido mais contato visual, está mais beijoqueiro do q já foi. Tem brincado com carrinhos da maneira correta, tem pedido as coisas com mais clareza. Se quer DVD, liga o DVD e nos puxa. Ser comer, nos dá o copo dele vazio e nos puxa para a cozinha, pega seus brinquedos, os guarda tbm. Está mais ágil, mais interativo e mais conectado com a nossa vida, com suas rotinas, enfim. Ele progrediu muito no último mês.
Bem, acho q foi isso q faltou explicar, obrigada pelo carinho de sempre.

Beijos a todos.                                                                                                                                         
Share |

7 comentários:

Anônimo disse...

entendi desde que li da ultima vez, eu postei mas acho que não enviou ...
amiga virtual do lado de cá vc tem uma admiradora e sempre leio tudo que vc tc é sempre gratificante e util demais...
bjs de cinthia da comunidade dpp

Beta on 13 de junho de 2011 06:15 disse...

Xará ...
Como disse no comentário anterior ele pode não fazer várias coisas , mas conta poesia atraves de pekenas ações ... Ngm é perfeito e não passou na cabeça de ngm (espero eu que não) que vc não o ame... Estar aqui e dividir conosco sua luta já é uma baita prova de amor !
Assumir um filho com qlq tipo de deficiencia é um exercicio e tanto de humildade e amor ao próximo , pois possuimos necessidades diferenciadas e nem todos nascem com essa pre disposição em se doar
Será que me fiz clara?
A ideal de filho se perde diante ao "diferente" e pouco a pouco a vida caminha em busca de pekenas-grandes conquistas para esse filho tão desacreditado pela sociedades

Diferente não é Vc Beta , o mundo é que nao está preparado pra vc... problema deles ... a gente vai chegar longe * - (Palavras de mamys pra mim em 1 das primeiras vezes que sentir , entendi o preconceito)

Espero ter me feito entender ...
Não existe amor maior que o de MAE!
Beijosss

Juli Lopes on 14 de junho de 2011 02:43 disse...

Beta, eu acho seus sentimentos absolutamente compreensíveis e normais.
Acho que o tempo vai se encarregar de consolar seu coração quanto a tudo isso. Isso é o que eu desejo.
Tudo de bom pra vc.
Te adoro.

Anônimo disse...

Ro, está vendo como o Tu está melhorando?
Já se conheceu no espelho, já deu beijinhos nele mesmo, como vc disse, está balbuciando palavras.
Minha priminha Letícia não é autista mas começou a falar, desembuxar as coisas com 4 anos, antes era uma dificuldade só pra entender.

beijos amiga
Elaine

Novo Rumo Pintei meu mundo de azul on 17 de junho de 2011 16:44 disse...

Olá Filhinha linda. Nem tudo é o que os olhos da gente vê tem tantos mistérios nesta vida! Eu não consigo ver com seus olhos nem sentir com sua alma só sei que graças a Deus somos todos diferente. Não se inquiete tanto Deus toma cont ade tudo. Te amo!!!

UMA MÃE PARA TRÊS on 17 de junho de 2011 23:57 disse...

Estava com saudades de todos, beijos Thais.

UMA MÃE PARA TRÊS on 24 de junho de 2011 13:43 disse...

Oi estou com saudades das suas postagens, como esta tudo, e o meninão? abraços Thais.

O Meu Melhor

Desde o começo

Blog Archive

 

Viagem de mãe ♣ ♣ ♣ Mamanunes Templates ♣ ♣ ♣ Inspiração: Templates Ipietoon
Ilustração: Gatinhos - tubes by Jazzel (Site desativado)