Os 3 anos do meu Rei


Dia 18 de março faz 3 anos que meu reizinho nasceu.
Hj eu não sei o q certo o q dizer, o q pensar, apenas q eu achava que era uma dor superada, q eu estava no caminho certo, mas agora, olhando para o aniversário dele se aproximando, eu vejo q estou perdida.
Não planejei nenhuma festinha, não me organizei financeiramente para isso e hj penso q pode ter sido uma fuga. Fiquei pensando: mas ele não pode comer o que tem nas festas, não tenho quem chamar, não tenho dinheiro.

Sinceramente, hj acho tudo isso deprimente.
Eu sou a MÃE dele, eu sou a primeira pessoa que tem q lutar para inserí-lo no mundo, no nosso mundo, sou eu quem tem q convidá-lo a participar do nosso mundo e eu falhei.

Às vezes, quando vemos uma mãe especial, a gente a santifica, a gente tem o hábito de olhá-la e ver uma luz em sua volta, de achar q elas são tão iluminadas qto os nossos anjinhos, mas não é verdade. Admito q eu mesma fazia isso antes de descobrir q fazia parte do mundo especial.


Mas é um equívoco, as mães especiais são humanas, elas sofrem, elas por mais q seu filho tenham 50 anos, elas sofrem, elas falham.
E é nisso q estou tentando me apegar, eu quero aprender, eu quero ser melhor.
Nunca serei uma mãe perfeita, mas eu quero ser a mãe q o Artur precisa.

3 anos de vida do meu Rei e ele cresceu tanto, se desenvolveu tanto.
E penso que daqui para frente será ainda mais.
Sinto-me feliz por ele, por mim, por minha vida, por minha família.

Por enquanto, vou tentando me perdoar, me refazer dessa desilusão comigo mesma, tentando aceitar minhas imperfeições pedindo desculpas ao mundo por ter dito que eu seria um exemplo de inclusão, mas que falhei.

Apesar da minha desilusão comigo mesma, deixo a minha homenagem ao meu filho, a todas as crianças que tem a mesma dificuldade que ele.
Não usarei a palavra LIMITAÇÃO pq para um autista, não existe limites, usarei a palavra DIFICULDADE.

E aonde quer que eu vá, minha luta vai comigo.
Esse laço, para quem não sabe, é o Símbolo da Conscientização do Autismo. Eu tatuei ele no meu pulso, um lugar bem visível para que todo mundo veja e todo mundo saiba da nossa luta que é em prol de Desmistificar e Divulgar o Autismo e sua luta.
Talvez eu não saiba fazer as coisas da forma q tudo mundo faz, mas eu tbm tenho o meu e jeito de fazer, a minha forma de lutar.
Claro que eu quero mudar, claro que eu quero crescer, mas no momento é o q eu podia fazer e fiz, faço e farei.

E q Deus e meus filhos me deem força.

Desculpem a tristeza de hj, tenho um filho lindo correndo pela casa, sorridente e beijoqueiro, mas às vezes eu falho e fico triste tbm.

Parabéns filhão, daqui dois dias eu volto, mais alegre e feliz para lhe parabenizar.

Beijos a todos.
Share |

17 comentários:

Monka on 16 de março de 2011 22:29 disse...

Quer saber, acabei de perceber que, sou uma grande BABACA, pois tenho 2 filhas lindas, cheias de vida e de alegria, e eu reclamo porque elas fazem bagunça pela casa inteira... reclamo porque querem brincar e eu estou tão atarefada que não consigo dar a devida atenção a elas... reclamo porque não querem comer na hora que EU acho que elas tem que comer, porque elas precisam gastar a energia que tem, correndo pela casa, dando altas gargalhadas de felicidade.
Enfim, eu deveria entender que o meu tempo, é infinitamente diferente do tempo delas, mas EU como mãe querendo fazer tudo certinho, acabo perdendo os melhores momentos do dia delas.
Eu te admiro, Roberta querida, pela tua luta, e saiba que no meu silêncio velado, estou sempre torcendo por vocês...

Novo Rumo on 16 de março de 2011 23:44 disse...

Sempre leio suas postagens, vc não precisa se culpar, as mães pensam que estão fazendo certo mas, nem sempre acertam. A vida sempre dá sinais precisa aprender a olhar. O momento agora é de esperança nada de desanimo sua luta está só começando vai tropeçar até fikar bem velhinha assim como eu sua Mamis. Ninguém é perfeito nem mesmo as mães. TE AMO FILHA. Aprenda a se perdoar. Dependemos uns dos outros

Anônimo disse...

PARABENS LINDA PELOS 2

Anninha on 17 de março de 2011 06:32 disse...

Amiga, culpa não combina com maternagem... esquece isso e comemora de alguma forma, mesmo que não seja com uma festa tradicional. Um passeio ou mesmo um programa doméstico diferente, quem sabe? Dá um abraço de parabéns nele por mim?

Anônimo disse...

Ro, Parabéns pro Tu e pra vc.
Expetáculo de mulher. Estou com a Anninha, comemora de outra maneira. Faz um passeio com ele. Eu sei que ele vai adorar ver o mar.
Não se sinta triste. Estou aqui viu?
beijos
Elaine

Colt on 17 de março de 2011 14:53 disse...

Parabéns ao nosso Rei por tudo que ele é e por tudas as felicidades que ele nos dará

Uma mãe que viaja on 17 de março de 2011 20:07 disse...

Monika.
Obrigada pelo carinho e pela companhia.

Olha só, enquanto vc diz isso, eu olho para o lado e vejo o qto eu sou feliz e boba por reclamar da vida, viu??

Cada um com a sua luta necessária para seu crescimento e o q importa é aprender.

Uma mãe que viaja on 17 de março de 2011 20:07 disse...

Mami querida, me perdoar, a lição mais difícil, né??

Sempre erro e teimo nisso.

Obrigada, te amo!!

Uma mãe que viaja on 17 de março de 2011 20:09 disse...

Anninha e Elaine,
depois de chorar muito, pensei e amanhã vou comprar um bolo bem gostosinho, vamos comemorar do jeitinho q ele gosta, pena q meu pequenino está dodói :(

Amo vcs, obrigada por estarem aqui.

Uma mãe que viaja on 17 de março de 2011 20:09 disse...

Amor, nosso rei é tudo, né???

Te amo, obrigada por caminhar comigo sempre.

Juruna on 19 de março de 2011 00:50 disse...

sou a cinthia da comunidade e orkut e saiba que babo no seu blog literalmente como é dificil é ser mãe e se estamos as vezes triste e ou chateadas sem motivo aparente nem ligue é uma processo de formação mesmo é natural isso no fundo é bom sinal afinal temos muito sentimentos em nós mesmo que seja culpa, tristeza mas tb tem amor demais, afeto de sobra...
abração na sua essencia !!!!

Verônica on 19 de março de 2011 01:13 disse...

PARABÉNS AO REI!!!
Mãezinha linda... Vc é o maior presente que o Arthur tem, pode acreditar! Vc é exatamente o que ele precisa. Na medida certa. Talvez vc acerte achando q está errando, mas quem sabe essas suas "limitaçoes" não sejam importantes para ele mais adiante??? já pensou nisso?
Mãezinha linda, todos os progressos do seu Rei, que vc carinhosa e curiosamente relata aqui nos seus posts se tornaram possíveis pq vc se DEDICOU. Então... como vc falhou?? NADA DISSO!!!! Festa nem sempre é bolo, bola e vela, a festa é o briho no olhar do Arthur te agradecendo pela tua dedicação, doação, pelo teu amor. Beta, leia os verbos nos olhares que o SEU REI te lança, e veja a FESTA neles. Nunca mais ouse dizer que vc falhou. Quem anda falhando são essas "mães" (???) que jogam seus bebês em rios e lixeiras.
Família linda!!! Vcs são o presente do Arthur, e que ele nos dê licença para dividir vc com a gente aki nesse blog lindo

bjs!!!!!

Lu Ivanike on 19 de março de 2011 23:17 disse...

Ro, parabéns pro gatão!!!!!! Você é uma super mãe!!! Te admiro garota!!!!!
Tem selinho pra você no meu blog!!!
Beijokas

Uma mãe que viaja on 24 de março de 2011 20:50 disse...

Cinthia, é verdade a gente convive com tantas emoções e a insegurança de não estar fazendo certo é uma presença constante.

Obrigada pelo carinho com meu cantinho

Uma mãe que viaja on 24 de março de 2011 20:52 disse...

Veronica, ainnnnn, muito obrigada pelo seu carinho, por suas palavras, olhando da maneira q vc diz, vejo q tem razão.

Beijos com carinho!!

Anônimo disse...

Parabéns mãe.... sou tia de um menino autista, e vejo como minha irmã ás vezes sofre, e o amo muito como se ele fosse meu...e como vc tatuei o símbolo, para que todos que o vejam saibam como eu amo pessoas assim que são exatamente como nós, pois somos todos filhos do mesmo Deus, lindos e diferentes como todos nós.... parabéns por postar como eles são especiais.....beijosss....

Analú Gusmão on 24 de agosto de 2012 22:01 disse...

Roberta,
Como mãe de uma criança mais velha, só tenho uma coisa a te dizer: dói, dói, dói. Vc acha que vai morrer de tanto chorar, de tanto perguntar PQ. Mas no outro dia, vc lava as lágrimas, levanta e mais uma vez entende que VOCÊ é a única por ele. Se VOCÊ desistir dele, ninguém mais vai lutar. Mas chore quando puder e quiser, grite, se desespere. faz parte.

O Meu Melhor

Desde o começo

Blog Archive

 

Viagem de mãe ♣ ♣ ♣ Mamanunes Templates ♣ ♣ ♣ Inspiração: Templates Ipietoon
Ilustração: Gatinhos - tubes by Jazzel (Site desativado)