Vida de mãe


Em meio às fraldas sujas, às incertezas do autismo, me pego nas incertezas da adolescência.

Ter lembranças claras da minha deveria me fazer ser uma mãe melhor, criar expectativas, mas eu nem sei se eu fui uma boa adolescente.
Eu acho q eu era insegura demais, passional demais. Sempre deixei a razão de lado e segui meus impulsos.
Eu tenho medo de ser mãe de uma adolescente. Não tenho os medos comuns: violência, drogas, furto, vou além. Eu tenho medo de ver minha filha sofrer, tenho medo de tantas coisas. Medo da minha filha não me amar, não se valorizar, ser passional como eu.
Tenho medo de errar com ela, de q ela não me veja como uma boa mãe, medo de magoá-la, medo de não estar dando a devida atenção para ela.
Gostaria de comprar mais roupinhas para ela, ela é mocinha agora.
Ela também é diferente, talvez seja isso q me assusta.
Ela não gosta de Restat, Cine, Justin Bieber, ela gosta de ler, passa o dia lendo e qdo não está lendo, está escrevendo, pensando coisas geniosas e grandiosas tbm.
Nem sei se eu era assim.
Eu tinha muitas amigas, ia na casa delas, elas vinham na minha, eu me apaixonava como quem pega uma gripe e desapaixonava assim tbm.
Eu saía com minhas amigas, ia ao shopping ou nos reuníamos para ver um filme romântico e chorar juntas.
Atualmente ela quer estudar inglês e eu devo isso a ela, pq prometi.
Vou cumprir. Ela tbm quer fazer intercâmbio. Não sei como vai ser. mas acho q seria importante estimulá-la a tudo isso.
É tão difícil ser mãe. A pessoa mais importante do mundo pra vc, não se sente à vontade de dividir seus sonhos, suas tristezas juvenis, suas decepções, suas ânsias. 
Eu tento sabe, tento dar espaço. Não podá-la, mostrar q eu entendo q uma menina na idade dela se apaixona, tem sonhos, tem desejos, conto q eu tinha, mas ela se fecha sempre. como sempre se fechou.
Ela é diferente, é especial e eu não sei se estou pronta para lidar com o especial, com o diferente.
Pq será q o especial, o diferente nos assusta?
Pq será q a gente tem tanto medo de errar?
Pq será q a gente não consegue ver o quão simples são as coisas??
Eu só queria q a minha filha soubesse q eu estou ao lado dela.
Q eu a admiro, q eu a amo demais.
Share |

3 comentários:

Anninha on 2 de novembro de 2010 22:37 disse...

Amiga, o diferente assusta, mas é simples. A minha pequena é bem pequena mesmo, mas já mostra a personalidade marcante que tem.

Eu, como filha, adoraria ouvir da minha mãe como ela me admira. Não perde tempo, fala isso pra ela! Fala isso tudo pra ela, amiga!

Amo vcs!

Bla bla blás de uma gravidez... on 3 de novembro de 2010 14:12 disse...

Amiga, me identifiquei muito com tudo isso que vc escreveu sobre sua filha, tbm tenho um pré adolescente em casa e as vezes tenho muito desses medos que vc citou no teu post!
Mas concordo com o comentário anterior, diga tudo isso á ela, o quando vc a admira e o quando vc a ama!
As vezes a gente se dedica tanto aos menores que o filho maior fica meio que carente, tenho sentido isso no Gabriel, meu filho de 12 anos...

Luiza on 4 de novembro de 2010 22:03 disse...

Oiiiiiii....
Minha querida, como vc sabe, tenho a minha menina tbm, ela foi uma adolescente calma, diferente tbm das outras, muito diferente de mim, da minha adolescencia, mas os medos, as inseguranças estarão sempre presentes em nós mães, em nós filhas até...
É duro saber como dar essa abertura, mas isso n quer dizer q n está dando, é o jeitinho dela viver esse momento, apenas respeite, apoie, diga o qto a ama e está ali, presente qdo ela precisar. Escreva pra ela se for o caso, escreva inúmeras cartas, coloque-as em lugares q a surpreenda, tipo dentro do tenis dela, ela vai amar e com certeza sentirá muito o qto vc é presente na vida dela, fale dos seus medos a ela, pq nao?
Acho que qdo se trata de filhos Beta, sempre estaremos complicando o que é simples, pois na realidade, acho q nao é simples, como ter a certeza de estammos dando o melhor?
Bom, isso td opiniao pessoal claro.
Mas nesse ponto somos parecidas e nossas filhas pelo jeito tbm, qdo a Ka tinha a idade da Laura, ou estava desenhando ou devorando livros, amava ler, quase decorava td q tinha em revistas, adorava dicionários...
É isso, como ela é hoje vc sabe...
Beijo

O Meu Melhor

Desde o começo

Blog Archive

 

Viagem de mãe ♣ ♣ ♣ Mamanunes Templates ♣ ♣ ♣ Inspiração: Templates Ipietoon
Ilustração: Gatinhos - tubes by Jazzel (Site desativado)